O momento em que estamos vivendo está nos pedindo uma nova forma de trabalhar, agir e fazer negócios. Esta nova forma eu tenho chamado de Ganha-Ganha-Ganha.

Além de você e da outra parte com quem você tem um contrato, negócio ou parceria, seja formal ou informal, há uma terceira parte que também precisa ganhar: o meio. E não estou falando apenas do meio ambiente, mas também do bairro, da cidade, da sociedade, das pessoas à sua volta, do mundo! Todos precisamos ganhar nesta nova forma de atuar no mundo.

Passamos anos e anos vendo e construindo relações de trabalho e negócios em que apenas uma parte ou as duas partes geram abundância, e o pior: causando prejuízo a outras pessoas, a outras nações, a Natureza. Porém, na maioria das vezes, estas duas partes não realizam tudo sozinhas, porque não somos ilhas, vivemos num sistema interdependente, onde uma outra parte forneça a matéria-prima, outra o transporte, os serviços e tantos meios para que o trabalho ou o negócio aconteçam.

Somos e estamos cada vez mais interdependentes, vivendo uma Era que nem nome tem, tamanha velocidade das mudanças e novidades, e em meio a tudo isto vendo, a olhos nus, a falência dos sistemas que pautam nossa maneira de viver.

Isto tudo impacta cada um de nós diretamente e nós pouco estamos fazendo para mudar.

Então se fizer sentido pra você também, fica aqui o meu convite: em sua próxima relação de trabalho, ou ainda nesta em que atua hoje: seja um agente da mudança que gostaria de ver neste mundo! Comece respondendo a si mesmo: Quais são as três partes que estão ganhando com o trabalho que realizo?

E lembre-se: se não houver pelo menos três partes ganhando com isto, esqueça! Pois não se trata de algo sustentável, ou seja, não se trata de algo que se sustentará a médio e longo prazos.